Instalar Modem GVT com Roteador Wireless

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

Instalar Modem GVT com Roteador Wireless

Atualizado em 17/01/2013.

O modem da GVT vem configurado como roteador (router) e vem pronto para funcionar. Basta você ligar no computador e estará acessando a Internet. Muito bom este trabalho da GVT. Mesmo que você resete o modem ele fica deste jeito, basta conectar.

Mas quando você precisa compartilhar a Internet com outros computadores e precisa ligar um roteador ao modem para isso, então quem precisará ficar roteado é o roteador que se ligará ao modem.

Então precisamos mudar a configuração do modem para bridge para então conectá-lo ao roteador wireless ou a outro tipo de roteador.

Aqui eu usei um Roteador Linksys com um modem GVT HUAWEI SmartAX MT880a da GVT.

Esta situação também vale para modens de outras operadoras e não somente da GVT.

 

Configurando o Modem para Bridge

Acesse a interface de administração do modem como Firefox

http://192.168.1.1

Aqui os dados para acesso são:

Login - admin

Senha – gvt12345

 

Altere a configuração de Router para Bridge:
(Ligue um cabo de rede diretamente a um computador e ao modem)

Basic
    WAN Setting
        Mode - mude aqui para Bridge e clique em Submit
Tools
    Reboot - Reset   

Reinicie o modem e Salve

 

Configurando o Roteador

Agora é a vez de acessar a administração do roteador com o Firefox

Ligue o cabo de rede que sai do modem para a primeira entrada do Roteador (uma destacada).
Agora ligue um segundo cabo do roteador para um computador.
Neste computador abra o navegador com
http://191.168.1.1

Precisará do login e senha do seu roteador para acessar.

Lembre que se seu roteador for de outro tipo poderá ter um IP diferente de acesso.

Mudar de a configuração para PPPoE

Se for GVT entre com:

login - turbonet@turbonet

senha - gvt25

Aproveite e ajuste o Fuso Horário para Brasil, caso queira usar o controle de horário do Roteador.

Servidor Doméstico

Com esta estrutura podemos fazer do nosso computador doméstico um servidor de internet, que poderá oferecer vários serviços como Apache (servidor web), SSH, etc.

DNS Dinâmico

Caso não tenha um IP fixo, que é o de praxe em computadores domésticos, precisaremos de um DNS dinâmico, que peque nosso IP a cada boot do micro e o maxntenha como um IP fixo.

Pode usar o dyndns, o no-ip ou outro, pois existem vários.

Crie uma conta aqui:

https://www.dyndns.com/account/entrance/

Então cadastre um host (tem direito a dois gratuitos),

Caso precise de ajude o próprio site oferece ou então procure um tutorial em português no Google.

Você precisará de um subdomínio, algo assim:

joaobrito.dyndns.org

 

Agora precisaremos de um software que ligue este subdomínio ao IP recebido da operadora.

O software/serviço mais conhecido para essa função é o no-ip, mas também temos o ddclient.

Como uso o Linux (Ubuntu) usarei o ddclient.

sudo apt-get install ddclient.

Ele solicitará os dados do subdomínio: subdomínio, login e senha.

Se estiver usando outro sitema operacional como Windows pode usar o no-ip ou outro.

 

Liberando as portas

Quem tem Banda larga doméstica tem algumas portas bloqueadas, como a 80, 22 e outras.

Então para liberar acesso web precisará configurar o Apache para usar outra porta diferente da 80, a 88 por exemplo.

Acesse o roteador e procure pelas portas e libere a porta 88.

Assim também se precisar liberar a porta do SSH deverá configurar o SSH para usar uma porta diferente como a 222 ou outra e liberar essa porta no roteador.

Se tiver interesse e tempo detalharei melhor este tutorial depois, mas como perdi o original resolvi deixar este pelo menos assim.

 

Pensamento do Dia

O êxito consiste em aprender a ir de fracasso em fracasso sem cair no desespero. (Winston Churchill)
Fonte