Limpar o cache da memória RAM

Para quem usa servidor tipo VPS com Linux, para limpar o cache da RAM basta executar:

sudo sysctl -w vm.drop_caches=3

Observe a RAM livre antes e depois de executar este comando acima, com:

free -m

 

Usando o Vagrant

O Vagrant é uma ferramenta de desenvolvimento que cria máquinas virtuais de vários sistemas operacionais, onde podemos instalar o que quizermos, configurar e ao final empacotar e transferir para outros computadores com grande facilidade.

Exemplo

Em casa meu sistema operacional atual é o linux Mint 18.1, que vem com o PostgreSQL 9.5. Estou precisando usar a última versão, que é a 9.6.3. Então crio uma box com o Vagrant, contendo o Ubuntu 17.04. Com a última versão do Ubuntu posso instalar o PostgreSQL 9.6.3. Após criar a box com o 17.04, instalo e configuro o PostgreSQL, o PHP 7 e outros e configuro. Após tudo pronto e testado eu empacoto e levo para minha máquina no trabalho. Chegando lá eu uso sem reinstalar ou reconfigurar nada.

Usando o Vagrant para criar um ambiente de desenvolvimento
Funciona no Linux, Windows e Mac

Instalação
Virtualbox e guest
https://www.virtualbox.org/wiki/Downloads  - Virtualbox e Extension Pack
Vargant - http://vagrantup.com
git - https://git-scm.com/

Após nstalar tudo, vamos instalar uma box (pacote com um sistema operacional)

Acesse
https://www.vagrantup.com/

E clique em Find Boxes. Como exemplo vamos instalar a box Ubuntu 17.04

Crie um diretório para o varant em seu home:
mkdir vagrant
cd vagrant mkdir ub1704

Execute a linha de comando
vagrant init fso/zesty64; vagrant up --provider virtualbox

Se no Windows faça em duas etapas, executando dois comandos separados pelo ;

Ao concluir acesse a box com
varant ssh

Atualize com
sudo apt update

Sair da box com:
exit

Enviar algum arquivo para a box pelo scp:
scp -P 2222 arquivo.ext vagrant@127.0.0.1:/home/vagrant

A senha é vagrant

Acesse novamente e instale o que deseja para seu ambiente: linguagens, ferramentas, SGBDs, etc.

Parando uma box
vagrant halt

Destruindo quando não mais desejar
vagrant destroy

Empacotando para transporte
É muito confortável e eficiente transportar seu ambiente prontinho, com tudo que você usa, as versões e configurações para um destino (casa, trabalho, etc).

cd vagrant/ub1704
vagrant package --output ub1704.box

Transportar os arquivos
package.box e Vagrantfile

No destino
Criar uma pasta no home
Copiar os arquivos package.box e Vagrantfile para a pasta acima
Renomear (exemplo) package.box para ub1704.box
Mudar no Vagrantfile a linha
  config.vm.box = "fso/zesty64"
Para
  config.vm.box = "./ub1704.box"
Acessar e executar
vagrant up

Para atualizar após alterações no Vagrantfile
vagrant halt
vagrant up


Script para instalação dos pacotes de um servidor web e SGBD:

apache2 e módulos, php7 e extensões, mysql, sqlite e postgresql.

server_php7.sh

Adicionar um serviço ao boot
update-rc.d firewall defaults

Remover serviço do boot
update-rc.d -f firewall

Encontra binário, man page e source
whereis comando

Encontrar binário
which comando

Atualizar Ubuntu para uma mais nova versão
sudo apt-get update
sudo apt-get upgrade
sudo apt-get dist-upgrade
sudo apt-get install update-manager-core
sudo do-release-upgrade

Caso queira a versão em desenvolvimento
sudo update-manager -d

Após atualizar e reiniciar veja a versão assim:

cat /etc/*-release

uname -a


Script para renomear vários arquivos de uma vez.

#!/bin/sh
#Por José Henrique
for f in *.php
do
    #Troca o sufixo .php pelo .html
    newname=$(basename $f php)html

    #Renomeia
    mv $f $newname
done

Gerando uma iso de um CD ou DVD
dd if=/dev/cdrom of=imagem.iso

Quebrando a senha do root

Em casos de perda da senha do root e em outros casos em que precisamos quebrar a senha do root, precisaremos geralmente de um Live CD com um Linux.

Efetuar o boot
Ao final acessar um terminal e executar:

Para visualizar as partições do HD:
fdisk -l

Criar um diretório temporário (acima anote quem é a partição raiz, por exemplo sda1):
mkdir teste

Montar a raiz em teste:
mount /mnt/sda1 teste
Acessar o diretório /etc:
cd teste/etc

nano passwd

A primeira linha está mais ou menos assim:
root:x:0:0:root:/root:/bin/bash

Altere removendo apenas o “x”:
root::0:0:root:/root:/bin/bash

Salve e saia com CTRL+O e CTRL+X

Agora desmonte a partição:
umount /dev/sda1

Reinicie

Agora poderá acessar o root sem senha. Apenas entre com root para o usuário e quando solicitar a senha apenas tecle Enter.

Execute o comando abaixo logo após o login e tecle enter e adicionar uma senha para o root:
passwd root


Acessar servidor via SSH (porta 2222)
ssh -p 2222 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Copiar arquivos via scp
scp -P 2222 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.:/home/ribafs

 

www.000webhost.com